Primeira-ministra islandesa casou-se com a companheira

1 entrada / 0 nova
Retrato de Cee
Cee
Offline
Membro desde: 28/01/2008 - 14:43
Primeira-ministra islandesa casou-se com a companheira

A chefe do Executivo islandês, Johanna Sigurdardottir, casou-se com a sua companheira, a escritora Jonina Leosdottir. Fê-lo no domingo, dia da entrada em vigor da lei que legaliza os casamentos homossexuais naquele país nórdico, revelou ontem um dos seus conselheiros, Hrannar B. Arnarsson.

As duas mulheres casaram após terem apresentado um pedido de transformação da sua união civil em matrimónio, revelou a radiotelevisão islandesa RUV.

Não foi celebrada qualquer cerimónia especial, garantiu, a propósito, o principal órgão de informação islandês.

O Parlamento da Islândia tinha aprovado, no passado dia 12, por unanimidade, a legalização do casamento homossexual. Mas a lei só entrou em vigor no domingo.

Até agora, os homossexuais podiam realizar uma união legal e beneficiar dos mesmos direitos que usufruem os casais heterossexuais. No entanto, essa união não era um verdadeiro matrimónio.

Os casais que já se encontravam ligados por uma união civil, como era o caso da primeira-ministra e da sua companheira, devem agora pedir uma validação da sua união, significando que elas estão realmente casadas.

Johanna Sigurdardottir, de 68 anos, chegou ao poder em Fevereiro de 2009 e é a primeira chefe do Executivo a assumir publicamente a homossexualidade. Em 2002, Sigurdardottir e a sua companheira Leosdottir registaram a sua união civil,

Social-democrata, Sigurdardottir tornou-se primeira-ministra na sequência do afastamento do governo de centro-direita, vítima de um intenso movimento de protesto provocado pela grave situação económica do país. Recorde-se que a Islândia, que conta com mais de 300 mil habitantes, foi o primeiro país europeu a viver a angustiante situação de falência.

Fonte: DN