Sexo lésbico pela primeira vez

Raparigas amor

Se vai experimentar sexo lésbico pela primeira vez é provável que esteja ansiosa e que esteja a pensar no que deve ou não deve fazer. Quer seja a primeira vez que vai experimentar fazer sexo, ou a primeira vez que vai experimentar sexo lésbico, na primeira vez é sempre normal que esteja nervosa. Perder a virgindade com alguém do mesmo sexo é muito conotado com mitos que podem ajudar a não estar verdadeiramente relaxada na sua experiencia.

Deixamos algumas dicas para a sua primeira experiencia lésbica.

1. Conheça o seu próprio corpo

Antes sequer de imaginar fazer sexo com alguém, é importantíssimo que se conheça a si mesma. Descubra o seu corpo, os locais que gosta de ser tocada, o que a excita; a masturbação é um grande passo para o sucesso de uma relação íntima com outra pessoa. Dispense tempo consigo mesma, toque-se e descubra o que a faz sentir nas nuvens. Desta forma, também irá descobrir onde deverá tocar na outra pessoa para a fazer sentir nas nuvens; de igual importância será o facto de saber transmitir à outra pessoa o que a faz sentir bem.

2. Esteja sóbria

Certamente quererá recordar-se do seu primeiro momento lésbico, e para tal é necessário senti-lo, com o nervoso miudinho associado, com o verdadeiro sentimento humano a brotar de si. Embora o álcool possa diminuir as inibições a verdade é que também diminui sensações e pode tornar momentos intensos em momentos banais.

3. Faça sexo seguro

As lésbicas também se preocupam com o sexo seguro! O HIV também se pode transmitir através de relações lésbicas, por isso deve ler sobre o assunto e ir preparada. Ainda que exista o mito de que as lésbicas não necessitam de sexo seguro, não passa disso mesmo, de um mito, que por vezes pode tornar-se no maior pesadelo de quem o ignora.

4. Seduza e fantasie

A fantasia é fundamental para a felicidade humana e para o sexo também... Se vai dormir com outra mulher a verdade é que já fantasiou com isso, portanto recorde-se e viva esse momento como a sua fantasia. Recorde-se dos seus pensamentos, é você que a seduz, ou é ela que a seduz a si? A verdade é quem tem de imaginar antes de o fazer.

5. Não exagere

Se pensa usar brinquedos sexuais deixe-os para as próximas vezes; na primeira vez é importante conhecer os corpos tocar e sentir; existirão muitas outras oportunidades para experimentar brinquedos, na primeira vez delicie-se com o contacto.

6. Relaxe

Demore o seu tempo, toque todo o corpo da sua parceira. Tocar e sentir é muito importante e claro é um óptimo método de sedução. Não vá logo a correr tocar no clítoris dela, seja comedida nesse toque; antes disso toque-lhe no restante corpo - há tanto corpo para ser sentido -, dispa-a lentamente, beije-lhe a parte de trás dos joelhos e o interior dos cotovelos, toque nos seus seios, toque na sua barriga toque-lhe nos sovacos, beije-lhe o pescoço, humedeça os dedos dela com a sua língua. Nua, deite o seu corpo em cima do dela, sinta o corpo dela em contacto com o seu. Existe muita coisa que podem fazer antes de se tocarem na área púbica, por isso apreciem-se mutuamente.

7. Comunique

Não tenha pudor em perguntar-lhe o que ela gosta, e o que a faz sentir excitada. Diga-lhe o que gostava que ela lhe fizesse; por vezes não tem de lhe dizer verbalmente pode simplesmente conduzir-lhe as mãos ou proporcionar o momento. A comunicação é o princípio fundamental numa relação sexual de sucesso.

8. Não tenha expectativas irrealistas

A sua primeira vez como amante de alguém deve ser usada para experienciar e para conhecer o corpo da outra mulher, bem como ela deve conhecer o seu. Por vezes quando se está a aprender, a química pode diminuir: um orgasmo pode não acontecer na primeira vez, mas é perfeitamente natural que isso aconteça. Toque experimente e seja sincera a comunicar o que deseja.