Como conhecer outras mulheres lésbicas ou bissexuais

Bar lésbico

Uma das maneiras mais fáceis de conhecer outras lésbicas é em eventos rotulados gay e lésbicos. Se ficou solteira de novo, acabou de se mudar, ou acabou de se assumir como lésbica, poderá sentir-se meia perdida e não saber como encontrar mais mulheres lésbicas. Se não está inserida na comunidade é mais difícil saber onde poderá encontrar outras lésbicas ou mulheres bissexuais. Se é um pouco tímida, ou não vive num grande centro urbano, aonde é que deve ir? Deixamos algumas ideias para conhecer outras lésbicas ou mulheres bissexuais.

Bar lésbico ou amigo de gays

Os bares dedicados a mulheres lésbicas começam a emergir no nosso panorama, mas também existem os bares gays ou amigos dos gays onde qualquer homossexual é bem-vindo e à partida poderá conhecer outras pessoas, não se sentindo inibido pelo facto de não saber se a pessoa é gay ou não. Por vezes esses locais promovem festas especiais onde pode sempre conviver, divertir-se e quem sabe... encontrar a sua cara-metade num momento de festa?

Associações lésbicas ou gays

As associações lésbicas ou gays são óptimas para a ajudarem a reclamar os seus direitos e são locais privilegiados para a ajudar a conhecer pessoas com a mesma orientação sexual que a sua. As associações tem não só grupos de suporte, tem também grupos culturais, políticos e recreativos, nos quais pode participar acabando por conhecer outras pessoas.

Exclusivamente Lésbicas:

Lésbicas e não só:

Livrarias amigas de gays

Existem livrarias “amigas de gays” mais direccionadas para a cultura gay, que organizam tertúlias ou sessões de leituras muito interessantes se tiver uma veia mais erudita. Nesta situação pelo menos saberá que a probabilidade de encontrar alguém com os mesmos interesses é muito maior. Temos como exmplo a livraria lisboeta "A Esquina Cor de Rosa".

Através de amigos

Se os seus amigos souberem que é lésbica e que procura uma companheira eles irão certamente ajudar. Nada como bons amigos “casamenteiros” para ajudar a conhecer possíveis companheiras. Há sempre um amigo que tem uma amiga, que conhece outra... e logo que conheça uma ou duas lésbicas com quem possa só fazer amizade, estas conhecerão outras e a sua rede de contactos irá aumentar a partir dai.

Na internet

Pode sempre frequentar um local na internet dedicado não só a conhecer mulheres lésbicas mas também só para possíveis amigas. Existem chats, fóruns, locais de encontro on-line dedicados especialmente à comunidade lésbica. Mas o ideal será começar por procurar mulheres amigas, e depois quem sabe transformar essas amizades em algo mais especial…

No café local

Em quase todas as cidades existe um ou mais cafés que se sabe serem mais frequentados por gays e lésbicas. Frequente esse café, nem que no início vá só com os seus amigos, poderá sempre aparecer oportunidade para um olhar mais atencioso.

Bares

O ideal é um bar para lésbicas, mas nem sempre há um bar local especial para lésbicas, e também não tem de existir um. A realidade é que poderá sempre ir aos bares locais heterossexuais e quem sabe se não desenvolve o seu radar lésbico? Olhe à sua volta, não existe só você sendo lésbica. As outras mulheres lésbicas também andam por ai - pelo menos 20% da população feminina – só lhe resta apurar o seu radar lésbico e conseguir detectá-las. Mantenha-se atenta a festas ou a eventos que saiba que outras lésbicas poderão frequentar. Se conhecer alguém e tiver dúvidas relativas à orientação sexual dessa pessoa, introduza assuntos como o casamento gay, a adopção por gays, etc., verificando logo a tolerância dessa pessoa para com o universo homossexual.

http://www.privillegebar.com/
http://www.algarvegay.com/bestofbar/

Viagens

Se gosta de viajar, saiba que existem locais especialmente indicados para passar férias entre lésbicas; ou seja pode escolher passar férias num local cheio de mulheres e sem constrangimentos relativos à sua sexualidade. Pode dar uma vista de olhos numa agência especializada em viagens gays como: http://www.rainbowpoint.pt . Pode optar por um safari no Quénia ou num cruzeiro em alto-mar, o que quer que escolha é certo conhecer mais lésbicas que também gostam de viajar. Pode ver mais em: http://worldwidegaytravel.com/ .